Featured

9 Ağustos 2015 Pazar

Carta para Portugal

no Porto
em Coimbra
Era fevereiro de 2013 e eu estava a estudar na Turquia. O meu caso era idêntico a todos os outros alunos: muito casual. A minha vida era, basicamente, dividida entre a escola e a casa. Até ter visto um anúncio na parede: “Erasmus Exam!”. No início, confesso que eu não dei grande importância, além de que nunca tinha considerado isso antes. Por sugestão de uma amiga minha, decidi-me registar. Passei o exame e iniciei um período de vida totalmente diferente em Portugal.

em Lisboa

A Turquia fica longe de Portugal, leva cerca de 5 horas de avião! A cultura é tão diferente quanto a distância. Mas temos uma coisa em semelhante: todos nós somos pessoas calorosas, como portugueses. Eu não sabia disso antes de chegar a Portugal. Todo mundo sabe que os europeus são frios e eu esperava o mesmo. Assim que pisei Lisboa, mudei de ideias, porque várias pessoas ajudaram-me. Sempre pensei que me fosse perder na cidade, mas quando eu estava confuso, apareceu sempre alguém que me veio ajudar.

em Aveiro
A população de Istambul é de aproximadamente 15 milhões. Isto significa que a população de Istambul é maior do que a de Portugal. As nossas cidades são sobrelotadas. Tal não acontece em Portugal. É pequeno mas as cidades são bonitas.
Eu vivia em Bragança. A cidade também é pequena mas muito bonita. Nas pequenas cidades da Turquia, normalmente, os jovens não têm nada para fazer. Não há centros comercias, nem bares, nem discotecas. Temos alguns cafés mas para os homens velhos. Em Bragança há uma diversidade de coisas para adolescentes fazerem. Eu gosto disso!

com meus amigos turcos em Vinhais

no Castelo de Bragança

No início, eu não dava valor à aprendizagem do português. Falo Inglês e foi suficiente para as minhas aulas mas ao longo do tempo, quis conseguir falar com os portugueses. Em Bragança, não há muitas pessoas que falem o inglês. Por este motivo, eu tirei um curso de Português e aprendi a falar a língua. Não sou fluente mas consigo comunicar. Com a aprendizagem do português, comecei a notar muitas coisas: toda a gente em Portugal fala sobre a crise e o desemprego. Porém, todos os portugueses são felizes. Acordam de manhã e vão trabalhar, têm 2 horas de pausa para o almoço. Eles bebem cerveja (eu gosto de Super Bock). Eles não têm pressa e respeitam toda a gente. Eles perguntam-me sempre: se gosta de Portugal e se precisa de ajuda. 




em Sintra
Se tu quiseres aprender uma cultura, deves aprender a sua língua. Eu gosto desta citação: “Se tu falares com um homem numa língua ele entende o que vai na tua cabeça, mas se tu falares com ele na sua língua (materna), ele saberá o que vai no teu coração”. Eu fiz isso. Eu amo Portugal. Espero voltar a ver Portugal, no futuro.






Muito obrigado Margarida Moreira por corrigir meu texto!

Copyright © 2015 coskukoz